quarta-feira, 5 de janeiro de 2011


JOKA


Quando o circulo se fecha . . .


O ceu branco de nuvens. Fim de tarde de um dia em hospitais lotados sempre cheios. Nada como ler um bom livro. Durante o longo tempo de espera. Mas e estranho quando fui pedir um protocolo para confirmar que eu tinha pedido o exame me foi negado. Encrespei mas não adianta de nada. Podia ter ligado na prefeitura ouviria alguma resposta bem burrocratica. O mesmo com qualquer vereador tanto da situaçao como da oposiçao. Este pais muda tanto e sempre continua do mesmo jeito o derrespeito das autoridades quanto a saude publica e desesperador para nos cidadaos.
Classificaçao de risco. E eu fiquei mais de cinco horas dentro daquele açougue chamado hospital. Medicos totalmente estressados sem nenhum apoio operacional. E cada vez que chamavam uma mulher gritava desesperadamente me chama. E estranho passamos pelo governo Lula no pais. Por Serra em Sao Paulo e a suada saude publica sempre a mesma.
O cidadao sempre desrespeitado em seus direitos. Vai se a postos de saude e nada de medicamentos.
Le se os jornais oficiais da cidade e do pais e para eles tudo esta bom. Este pessoal não entende que um dia por causa de um acidente podem parar num desses hospitais. Alguem comentou comigo se Jose Alencar fosse pobre e não tivece nestes hospitais de elite já tinha morrido a uns dez anos.
Ai de nos simples cidadaos comuns não temos proteçao de nada.
Por isto que qualquer cidadao quando acende um pouco nesta India chamada Brasil já compra um plano de saude.
Que bobagem a sociedade deve se mobilizar por saude de qualidade. Educaçao e Empregos.
E nunca de fato se mobiliza. Os Partidos Politicos estao enjessados no poder. Uns se dizem de direita outros de esquerda. Mas de fato so há dois grupos politicos hoje no pais a oposiçao e a situaçao.
E de fato nenhuma sociedade civil se organizando e cobrando dos governantes. Não temos nunca a quem reclamar. A imprensa nacional faz parte deste jogo estabelecido de poder.
Direita e Esquerda se encontram quando o circulo se fecha.
E nos povo e otarios que somos nos matando em discuçoes acolaradas de fim de semana.
E quando convocados os cidadaos ninguem pode duar uma parte de seu tempo para questionar governos que nos achamos que elegemos.
O jogo eleitoral e de cartas marcadas. Quem de fato acha que questiona o sistema já estabelecido esta de fora do jogo.
Nunca tera apoio. Entao a saude e a educaçao e tao mal falada cultura. Sempre estarao de fora da verba tao necessaria para que avancem.
Somos um povo armodarçado. Não temos voz a internet pulverizou ainda mais as poucas vozes criativas. Não há conteudo se há esta disperso em meio aos sites de promoçoes pessoais.
O FACEBOOK não nos une nos separa mais ainda.
E enquanto isto as elites economicas, politicas e sociais. Fazem o que bem entendem com o pais.
Cade os Sindicatos e outros grupos sociais.
Melhorar a saude deve ser prioridade. Em Sao Paulo a passagem de onibus vai a tres reais e ninguem reage.
Nosso direito de ir e vir. Nunca e cumprido tanto quando direito a saude publica universal e de qualidade.
Meus caros cade a qualidade.
Cade o protocolo que me faz provar que fiz um pedido de exame.
So somos cidadaos de direito. Mas nunca de fato. Somente votar não constroi uma democracia muito menos participar de partidos politicos que sao liderados por idiotas sempre idiotas disfarçados de cidadaos bem intencionados.
Uma cidade. Um estado e um pais. Em que o cidadao que dizem comum nunca tem odireito de ser ouvido. Não e democratico.
Reagir a esta doença chamada de medo da vida publca.
E transformar a politica de fato na luta bem publico e nossa obrigaçao de cidadaos que se dizem pensantes. A massa nunca conduz e sempre conduzida. Enquanto seres humanos devemos deixar de ser massa e passar a ser individuos.
A noite quase se faz presente. Vou buscar escapar deste laberinto. Eu existo antes de existir.
Ainda não sou mas serei. Faça se a luz.


JOKA

joao carlos faria