domingo, 28 de fevereiro de 2010

Joca Faria




Antes pingar do que faltar?



Eu na intensa busca por um novo texto. Acabado chegando em Clara Nunes. Passando pelas belas programações de cultura gratuitas do SESC São José dos Campos o que seria de São José sem o SESC nada. Pois não há programação de cultura de forma gratuita para a cidade. A Fundação Cassiano Ricardo há anos deixa vácuos só há programação a partir dos Festidança encerrando na Semana Cassiano Ricardo. Mas cabe a Fundação ter uma programação de qualidade durante o ano todo e há muito tempo não o faz. Pois a comunidade paga seu devido imposto cadê nosso retorno? Não escrevo enquanto poeta ou ativista cultural, mas como um cidadão que quer ver uma boa programação de cultura de forma gratuita em sua cidade. Existe uma entidade para isto na cidade. Mas uma falta de vontade política por parte da administração vigente no caso o Sr. Prefeito Eduardo Cury porque a cidade não busca Fundações e Instituto que também cumpram este papel. Só deixar ao SESC esta responsabilidade não é bom. Precisamos de diversidade numa cidade pólo com quase setecentos mil habitantes. Talvez eu fale ao vento, pois a imprensa desta cidade não faz este debate preferindo fazer só coberturas de evento. E a Câmara de vereadores se perde em ausências de projetos e de debates de real importância social. Dá para se notar que vivemos numa cidade sem censo critico. E sem vozes assim colaborando para a falta de lazer. Para que a cidade tem uma secretaria de juventude que não há política nenhuma? Não coordena as ações da Secretaria de Educação, Fundhas, Secretária de Esporte, Fundação Cultural Cassiano Ricardo. Talvez eu esteja perdendo meu tempo em mais um artigo para falar ao vento só há surdos e cegos em São José dos Campos, não há Sindicatos, Maçonaria, lions, Partidos Políticos enquanto isto a juventude entra no álcool, nas drogas na ausência de esperança. Não deve ser diferente na vizinha Jacareí administrada pelo PT. Mas moro em São José. Este nosso Vale do Paraíba poderia ter outra cara se investicem de verdade em educação e cultura o PSDB está há 16 anos no poder e a cada administração da Fundação, Fundhas tem uma política totalmente diferente. Como foi desmontando o Comad da cidade. É assim nossa sociedade atual na política só há corruptos e gente de ma fé. Padres que pedem voto em troca de missas. Tá feito mais um desabafo e as coisas continuarão do mesmo jeito. Pelo menos agora vai ter três pontos de cultura na cidade. Antes pingar do que faltar. E parabéns ao SESC que de fato faz pela cidade.



João Carlos Faria

Editora Pasárgada

msn jokafaria@hotmail.com

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Cultura, Religião e Política se debate sim ...


Cortem-me os pulsos, cortem-me o ar

cortem-me a garganta para nunca mais falar

Cortem-me a ponta dos dedos pra nunca mais tocar

E ainda assim, trago mais verdades em mim

Que toda a sua violência, que todo seu poder usurpado

que toda a sua incapacidade de amar



(Franklin Maciel)

Joca Faria



Preciso voltar há forma da escrita depois do carnaval recebi boas criticas sobre minha escrita nem sempre as noticias são boas em relação a escrever. E elogios de vez enquando nos ajuda. Sei que devemos estar acima do bem e do mal ir, além disto, tudo. O sufismo anda a me rodar dias destes assisti Baraka documentário de Ron Fricke. Num encontro de gnose em pleno carnaval. Para quem não sabe o Sufismo é o lado esotérico do Islamismo. Vejam na Wikipédia lá tem uma boa informação básica sobre o assunto. Nós ocidentais a mais de mil anos entramos em conflito com o saber do oriente já é ora de engolirmos nossa prepotência hoje liderada pelos Estados Unidos e aprender estas outras formas de cultura. Ou nos esquecemos que até a cultura grega já bebeu do saber oriental. Pois não podemos e não devemos tratar a cultura oriental com desdém ou desrespeitar o Irã basta nossa invasão ao Iraque. Parece que nossos governantes não leram a bíblia sobre a Invasão Mulçumana hoje penso que se de de outra forma através da cultura e não da guerra. Não sei se andarão a soltar bombas atômicas para isto. Invadir de forma cultural é bem mais fácil olhem a cultura dos Estados Unidos tão forte quanto antes. Crianças em livraria comprando historias de desenhos animados além da TV Cultura com programação nacional na área infantil. Na TV aberta não há nada mais as poderosas Globo e Record não passam um desenho brasileiro e boicotam a Turma da Monica de Mauricio de Souza. O governo Lula avança com editais para filmes, mas falta ás grandes emissoras de TV comprarem a briga. Cultura, religião e política são tudo misturado quem acha que se separam esta enganado são relações de poder e nada mais. Poder que nos simples militantes nunca alcançaremos, pois não venderemos nossas almas que ainda não possuímos o poder hoje baseia em moedas de troca e devemos estar separados disto tudo. Duvido que uma pessoa normal um cidadão consiga em qualquer partido político uma legenda para disputar as atuais eleições. Mesmo se conseguir não terá nenhum apoio político nosso jogo eleitoral já esta determinado. E as pessoas só querem trabalho e família e claro uma boa partida de futebol. Refletir o mundo que nos cerca dói. Sem dor não se chega ao amor. Até quem se diz poeta nas cidades estão cada vez mais alienados e só se preocupam com sua estúpida vaidade não tiro de mim esta colocação eu também sempre me equivoquei. Errar é humano. Mas permanecer na ilusão é bom passaporte para o inferno. E estamos a seis passos deste grande abismo. Desceremos aquela torre de mãos dadas numa luxuria cega e inexata. Rumo ao que já vivemos. Não devemos cair devemos criar nossas asas. Sair da cegueira e voar para saborear a luz.



João Carlos Faria

Editora Pasárgada

Baraka trailer...

http://www.youtube.com/watch?v=7geZs4qci1M

http://www.youtube.com/watch?v=YG9P7JWtxhw