quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Santo Capitalismo...

Joca Faria

Não há sol nesta tarde nem para os desabrigados das chuvas pelas inter peres do tempo. Nem os desempregado S DAS Asas da Embrear...
O que fazermos diante destes problemas de nosso Santo Capitalismo? No Japão segundo nosso JORNAL NACIONAL da Globo Brasileiros vivem desempregados sem nem uma ajuda de nosso governo ou governo Japonves. É a Globalização da mão de obra pelo menos no Google Video assistimos agora longa metragens. Mas precisamos aprender a fazer longas metragens e difundir nossas idéias.
Palmas para o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra quem é o senhor José Sarney uma figura histórica no Brasil para criticar o senhor José Rainha. Esta família dos Sarneys são os maiores latifundiários de nosso estado do Maranhão....
A esquerda mundial tem que criar alternativas de geração de renda para os trabalhadores em todo mundo ouvi dizer que Marx está sendo revisto. Mas os Anarquistas e Bakunim é que precisa ser revisto com suas idéias de cooperativismo.
Não mais podemos ver a sociedade em todo mundo sofrer com desempregados em grandes favelas como aquela da Índia onde o casal de garotos do filme que ganhou o Oscar morava.
Temos que criar movimentos internacionais que este meu texto seje traduzido...Sejamos livres que se mude o sistema econômico do mundo nem Avos nem Porto Alegre vamos criar novas propostas de economia mais solidária e social.
Ganhar eleiçoes como Lula ganhou já´não resolvem Partidos Políticos de direita ou de esquerda estão na mão de poderosos.
Lula faz o possível e impossível assim como OBAMA e CHAVES mas não deixem para governos resolverem nossos problemas quem os financia é o viciado mercado.
Estão todos vendidos que o diga NOSSO querido José Dirceu.
O lance é economias solidárias é voltar ao escambo e criar praticas alternativas de mercado. As carteiras assinadas e empregos formais são uma grande ilusão. Tem que se criar um grande Movimento Organizado nas grandes cidade. Fazer o que se seje um espelho dos radicais do MST mas que gere uma
transição vamos usar a ueb para difundir estas idéias pois ela é o único veiculo de comunicação ainda livre.
Dizem que o Sr. José Serra anda fechando blogs de oposição a ele. Também dizem que tem um grande sistema de informação criemos o nosso pela liberdade econômica de nosso população chega de vermos pessoas morrendo pelo alcoleno ou droga válvulas de escape de vidas destruídas pela falta de chance no mercado. Já vi gente morrer e nunca fazemos nada sempre estamos de braços cruzados uma hora desta uma bala perdida atinge nossas belas cabeças.
Vamos mudar este mundo. Sim nos podemos Gandhiano, Jesus Cristo, Maomé, Samael Aun Weor, Helena Petrovina Blasvastky fizeram suas partes façamos a nossa os filósofos gregos fizeram também suas partes mudemos a historia.
Sejamos poetas,políticos,filósofos, livres pensadores como diz Danilo Varela em seu jornal de papel
O GRITO...Vamos mudar a nós próprios primeiros pois temos as doenças da covardia, da falta de caráter, do medo de mudança chega de deixarmos nos levar pelo vírus da imobilidade ou sera´que
já estamos mortos como falou o personagem da novela Caminhos do Coração uma das poucas novelas que vi em toda minha vida que tem conteúdo reflexivo.
Vamos dizer chega aos economias do grande capital aos empresários gananciosos, a jornalistas tendenciosos vamos mudar nossas rotinas vamos passar a acreditar em nós mesmo com sempre diz San Germam EU SOU.EU SOU. EU SOU...
Um beijo a humanidade que ela saia da uti do egoismo que nosso coração hoje pedra vire alma...
Há um novo alvorecer após esta noite de trevas. Que chegue a nova idade de ouro. Paz inverencial...

João Carlos Faria

Mundo Gaia

http://video.google.com/videoplay?docid=-1437724226641382024

Olá Pessoal!!!Apreciem O Destino da Chuva, CD de poesias...Poemas do Joca Faria na voz de Beatriz Galvão.É só clicar, entrar, ouvir e baixar

http://www.entrementes.com.br/_sons.html
Nas asas Liberais da Embraer
Franklin Maciel

Eram 4.270 homens e mulherespara quem o carnaval éQuarta-feira de lágrimas4.270 cidadãoscujos sonhos iam nas asas do aviãoe agora o olhar perdidoé trem de pouso sem chãoEram um em cada cincoComo os dedos de uma mãoMãos compostas de dedos poucos solidáriosQue preferem seguir a marcha, sempre em frenteSecos com um socoAos apelos dos amputadosMãos que tinham cinco dedosAgora tem quatroE que logo serão trêsPois são mãos sempre à obraMãos que não paramMãos sempre à disposiçãoDos caprichos e interesses do patrãoMãos medrosas e indiferentesque se enfeitam de anéisMas esquecem dos dedosPartes mais frágeis e descartáveisIndispensáveis ao trabalhoSem os quais a mão não é mãoÉ tocoMas os dedos não se enxergamNão se cruzam, não se unem, não se entrelaçamNão dizem Não!E por isso a mão continua a tratá-los como dispensáveisMesmo que ainda seja o dedo quem aperta o botãoe faz tudo parar de repenteOs dedos infelizmente só sabem seguir em frenteComo bois que engordam no pastoSem dar conta de que seu destino é o mesmo corredor de matadourode tantos outros que foram antesUm corredor sem voltaLá ouvem os gritos, tremem,Mas basta um pequeno estímuloE lá estão eles, seguindo em frente ante a morte certaGordos e acomodados demais para voltar atrás.Quando descobriu a luz, a criativa meninaJuntos suas palmas abertasE deu asas a uma linda pombaUma pomba onde voavam longe seus pensamentos de meninaMas a menina cresceu e a lida do trabalhoQue mais danifica que dignificaFoi devorando um a um seus lindos dedosA pomba, assim como seus pensamentosAgora não voaAgora é PedraDura, estática e sempre à esperaQue um dia outra criança à confunda com esferaE com seu estilingue a lance pelos aresPra mais uma vez voarSem se importar que em seu voo trágicoabata um pássaroQue ainda se permitia sonhar

Franklin Maciel

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Cirrose

Joca Faria

Precisamos é ter vergonha e reorganizar nossa sociedade em bases mais justas e sociais. A Embraer não é uma utopia é uma realidade é tá na mão deste tosco capital privado deveria tar na mão de seus trabalhadores.
O Brasil sempre investiu e investirá nela porque este jornal e a imprensa não amplia o debate para novas idéias econômicas porque não se cria empresas onde o capital acionário majoritário seja do trabalhador. A nós povo cabe ser usado e jogado fora. Como peça descartável. E ninguém fala disto nem a direita da Veja nem a Caros Amigos nem este jornal.
Chega de chorarmos e brincarmos de direita e esquerda o poder de fato tá na mão de uma minoria e nós estamos sempre de fora.
Mudança já tenham ousadia ou morram de cirrose.

João Carlos Faria

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Defenda São José nasce com a proposta de reunir a população que não aceita os demandos nesta nossa querida São José dos Campos.Com encontros com a comunidade na primeira fase na Cãmara Municipal e depois nos bairros para se debater uma politica pública nova e democrática um movimento supra partidário.